ALVAL
ACADEMIA DE LETRAS
DO

VALE DO LONGÁ

SR. CARBAJAL
NOSSA ACADEMIA DE LETRAS DO VALE DO LONGÁ FOI FUNDADA EM
23/09/1978 NO ESTADO DO PIAUI E ATÉ HOJE PERMANECE LUTANDO EM PROL
DA CULTURA DO NOSSO ESTADO.
FONE 03186. 2441096/ 99956827

ACADEMIA MARCA HISTÓRIA

A Diretoria da Academia de Letras do Vale do
Longá , estará reunida na segunda semana deste mês para
tratar de assuntos de interesse da entidade, que
completou 25 anos de fundação. Desde sua cria
ção até os
dias atuais, como importante sodalício cultural a
ALVAL tem traçado uma história importante no cenário
cultural do nordeste, sua influência tem se alargado
além de sua região de atuação oficial, a instituição
que surgiu pela iniciativa de intelectuais da região
norte do Piauí, personalidades como: o historiador
Antenor de Castro Rêgo, a educadora Léa Pugett Eulálio
(+12/09/2003), o polivalente poeta Herculano Morais, o
médico José do Rego Lages, o poeta Bilé Carvalho, o
Juiz de Direito Carlos Magno de Almeida ,a Professora
Universitária Maria do Socorro Carvalho, o médico
Delson Rocha, a memorialista e contista Daise
Vasconcelos, o magistrado Geraldo Margella de Carvalho
além de outros nomes , importantes da região. Surgiu
vislumbrando uma nova imagem da cultura não mais como
privativa das elites, de intelectuais e burgueses, mas
como algo palpável também pela nova classe de
intelectuais e homens do saber desvinculados das
tradições de poder e dominação; assim a instituição,
moldou sua imagem como difusora da cultura, Casa
responsável pelo avanço da interiorazação da cultura no
estado do Piauí, pivô do aparecimento de vários
Institutos, Casas Culturais, Grêmios, Correntes
Literárias, outras Academias como: Academia de Letras
da região de Sete Cidades, Academia Valenciana de
Letras, Academia de Belas Artes Picos, Academia de
Letras da Magistratura, Academia Maçônica de Letras, e
varias instituições congêneres no estado, das
manifestações artísticas de modo geral.
Desde a fundação da ALVAL, seu quadro de imortais
vem enriquecido com a chegada de figuras importantes
do mundo das letras, como o médico Gisleno Feitosa, os
magistrados Des.Tomaz Gomes Campelo, Juiz Elmar
Carvalho, os advogados Magno Pires e Melquesedeque de
Castro Viana, escritores como João Alves ,Ribamar
Garcia e Frederico A Rebelo, os jornalistas Reinaldo
Barros Torres e José Alves Fortes Filho , os poetas
Dilson Lages Monteiro, Altevir Alencar e Pedro Nonato
da Costa (dramaturgo), os historiadores Wilson de
Carvalho Gonçalves e Clea Resende Neves de Melo, os
educadores Genuíno Sales e Sahra Mourão Benício , a
contista renomada Lisete Napoleão, o cantor e compositor
Franci Monte o economista e político Dep.Homero Castelo
Branco Neto , até a aquisi
ção do Des. João Batista
Machado, destacado na magistratura do Estado do Piaui.
A ALVAL, completa os 25 anos de existência com
uma história marcada pela obstinação de uma entidade
preocupada com os caminhos do intelectual como agente de
transformação dentro do processo de erradica
ção do
analfabetismo, de difusão da cultura dentro deste
pensamento a instituição durante muito tempo vem
executando um processo de desmistificação, trabalhando
como "ACADEMIA INTINERANTE", deslocando~se a várias
cidades do interior do Estado do Piauí, aproximando os
intelectuais dos estudantes, dos empresários, dos
cientistas, dos cidadãos comuns, dando prioridade nas
posses de acadêmicos, para que sejam realizadas na
cidade natural do imortal, As cidades do interior do
Estado vêm conhecendo a fantasia das noites de
autógrafos, que via de regra, despertam curiosidades e
a vontade de jovens e velhos escritores anônimos, desta
forma promovendo e patrocinando projetos importantes
que ganharam a aceitação, como o projeto 'BAU DE
LIVROS' onde a Academia levando em consideração
critérios sérios, escolhe uma cidade contemplada que
recebe um Baú com vários exemplares de autores regionais
e obras clássicas; o Projeto "MINHA RUA SUA HISTÓRIA",
que incentiva estudantes do ensino médio a pesquisarem
sobre a história da rua onde moram, que inevitavelmente
leva o aluno a saber sobre a história de sua cidade e
sua região, dentro deste mesmo contexto dois outros
projetos são inovadores e valiosos "OFICINAS LITERÁRIAS"
e "FRUTOS DA TERRA", o primeiro como o próprio nome diz,
constrói todo um ambiente de criação e elucidação da
poesia, o segundo projeto preocupa~se com a preservação
da história de cada município piauiense.
Com o intuito de preservar memória
dos imortais e conservação do material original dos
trabalhos acadêmicos, o Presidente da entidade Escritor
Frederico Rebelo, vai propor a criação, a exemplo da
Academia Brasileira de Letras, do CENTRO DE MEMÓRIAS
ACADÊMICAS, um apêndice dentro da entidade que ficará
responsável por tão importante função, quando sabemos
que muitos importantes trabalhos literários muitas vezes
são perdidos ou danificados seja por agentes do tempo
ou pelo descuido no arquivo destes materiais, desta
forma a entidade poderá preservar para a posteridade os
originais de trabalhos realizados pelo imortal, bem como
será possível traçar de maneira cronológica todo o
perfil do escritor.
Na data de seu aniversário, a ALVAL não
realizou festividades, como haviam sido programadas, em
virtude do falecimento da Prof.a Léa Pugett Eulálio que
faleceu mês passado,
O processo eleitoral para o preenchimento da
Cadeira vaga será definido ainda este mês de outubro.
O Presidente, o jovem Escritor
Frederico A Rebelo , tomou posse num momento especial,
não obstante tem projetos audaciosos que serão
executados até junho de 2004, bem como dar andamento de
Projetos deixados pela administração dos ex-presidentes
Melquesedeque Viana e Socorro Carvalho, a reativação de
atividades que a Academia não vinha podendo realizar.
Há dentro da instituição(ALVAL),
ainda a preocupação através de seu Presidente atual em
incentivar a produção literária entre os próprios
imortais como forma de aumentar a atividade acadêmica
pelo interesse estritamente acadêmico.
A ALVAL tem procurado o intercâmbio
cultural, e mantém uma relacionamento mas do que
saudável com várias casas de cultura, fora do Estado e
principalmente no Piauí, como a exemplo a Academia
Piauiense de Letras, cujo Presidente Des. Paulo
Freitas artífice e mecenas, parece servir de espelho
na administração acadêmica da ALVAL, sem esquecer que
no quadro de Acadêmicos das duas instituições existe
comunhão entre os imortais que pertencem às duas
instituições representados pelo Advogado Magno Pires e
os Poetas Altevir Alencar e Herculano Morais. O
relacionamento com a UBE- União Brasileira de Escritores
através do Des. Tamaz Campelo , Pedro Nonato da Costa e
muitos outros.
No seu discurso de posse, emocionado, o
jovem Presidente, narra
a infância,(Miguel Alves.PI) filho de advogado rábula
Gonzalês Pinheiro, Frederico hoje Escritor, poeta e
contista, futuro advogado, nome de expressão dentre os
intelectuais do Piauí, não esconde suas origens de
menino pobre criado num ambiente provinciano do
interior do Estado, em meio a pescadores no Rio
Parnaíba, a quebradeiras de coco dos babaçuais,
inconformado, posteriormente manifesta sua posição de
homem comprometido com os problemas sociais de sua
terra, já como escritor e articulista de vários
jornais do Piauí, denunciando as injustiças sociais
até chegar o momento em que consagrado como Escritor
Preside importante instituto cultural como a ALVAL e
finaliza o discurso: "sei que todos os Confrades serão
como guerreiros e juntos atingiremos nossos
objetivos",(...) "nenhuma causa, senão a
acadêmica",(...) "o acadêmico pela Academia, a
Academia pelo acadêmico".

PRESIDENTE: FREDERICO ANTONIO REBELO TORRES
ESCRITOR, POETA,
CONTISTA,AUTOR DE CUNHO SOCIAL
_________________________________________________________________________

Consagrado escritor e imortal Frederico Antonio Rebelo Torres, a história da Academia de Letras do Vale do Longá, em seu breve relato, está sendo disponibilizada àqueles que para o nosso privilégio, visitem a home-page da ALB e CONALB - Academia de Letras do Brasil e Conselho Nacional das Academias de Letras do Brasil.

Aproveitamos, esta belíssima oportunidade, para convida-lo a ocupar uma Cadeira na Academia de Letras do Brasil e assumir, em sua Região,  uma diretoria no Conselho Nacional das Academias de Letras do Brasil. Seu nome já conta com aprovação absoluta dos pares de nossa organização.

Desde já honramo-nos com o seu atendimento aos nossos convites. Necessitamos, receber, urgentemente, para o fim supra, um de seus livros autografado, dedicado à biblioteca da Academia de Letras do Brasil.

Um forte, eterno e imortal abraço!

Escritor

Dr. Mário Carabajal - Ph.D.
Academia de Letras do Brasil - Presidente
Conselho Nacional das Academias de Letras do Brasil
Pres. Pró-tempore