CONSELHO NACIONAL DAS ACADEMIAS DE LETRAS DO BRASIL
CERIMÓNIA DE POSSE DE ESCRITORES MEMBROS

ATO 01                                                                                                                                                 CUMPRIMENTO AOS PRESENTES

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Autoridades; educadores; jornalistas; escritores jovens a serem empossados; estudantes; senhoras mães; senhores pais.... nossos cordiais cumprimentos de boa noite/tarde

ATO  02                                                                                                      NOMEÇÃO DE MEMBRO PARA SECRETARIAR A SESSÃO

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Convido o(a) Escritor(a) ______________________para ocupar uma cadeira à mesa e secretariar esta sessão.

ATO 03                                                                                                                                                                 
COMPOSIÇÃO DA MESA

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Convido  também a compor a mesa, os Excelentíssimos Membros da Academia de Letras do Brasil; Escritores Imortais ___________; _____________________;____________________________;___________

_______________________________;______________________;__________________________ __________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________;

ATO 04 __________________________________________________________________________________ABERTURA DA SESSÃO

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Declaro iniciada às ______ h. do dia ___ de _________ de 2005, nas dependências da Escola ________________________, na cidade de __________, Estado de Roraima, a ____________ Sessão de Posse, aberta ao público, às Academias de Educação de Roraima e Estudantil de Letras, respectivamente.

ATO 05                                                                                   POSSE AOS MEMBROS DA ACADEMIA DE EDUCAÇÃO DE RORAIMA

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Convido os educadores:_________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________, para que se aproximem da mesa, posicionando-se de frente aos demais convidados; para prestarem Compromisso Público como Educadores Imortais; serem diplomados; e assumirem suas Cadeiras, como Membros Fundadores Vitalícios da ACADEMIA DE EDUCAÇÃO DE RORAIMA.

ATO 05.1                                                                                                       COMPROMISSO  PÚBLICO DOS EDUCADORES IMORTAIS

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Convido aos educadores a serem diplomados, que com a mão direita aberta sobre o coração, repitam;

__________________“Declaro-me______________________
como Educador; co-responsável pelos destinos da educação em meu Município, Estado e País.

Como Cidadão; declaro-me co-autor da história de minha comunidade e da própria humanidade.

Como ser Político; declaro-me responsável pela evolução

ética, moral, política, jurídica e organizacional de minha Nação.

Como Pensador; declaro-me criador e gerador de proposições e soluções à problematização sócio-educacional brasileira.

Como Escritor, assumo a responsabilidade em registrar e difundir toda iniciativa que represente evolução ao processo educacional brasileiro, defendendo, apoiando, incentivando e orientando o crescimento e a expansão, interiorização e expressão, da linguagem corpórea, simbólica, artística e culta, na criança, jovem, adulto e idoso, à paradigmaximização contínua e infinita em construção do saber, como base ao aprimoramento científico e estrutural de nossa sociedade.

ATO 05.2                                                                                                                                          DIPLOMAÇÃO DOS MEMBROS DA AER

Presidente: Dr. Mário Carabajal

LEVANTA-SE E DIPLOMA, UM A UM, OS NOVOS MEMBROS.

ATO 05.3      .OS NOVOS MEMBROS TOMAM SUAS CADEIRAS JUNTO Á MESA

ORADOR: __________________________________________

A presidência convida aos excelentíssimos Membros empossados, para tomarem lugar á mesa.

ATO 06                                                                                      POSSE: MEMBROS DA ACADEMIA ESCOLAR DE LETRAS RORAIMA

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Convido aos Escritores Jovens Presentes, para que de pé, com a mão direita sobre o coração, prestem seu juramento, como Pensadores Imortais, Membros da Academia Escolar de Letras de Roraima. Repitam:

ATO 06.1                                                                                                                                                                                        JURAMENTO

COMO ESCRITOR, ASSUMO, PERANTE AOS HOMENS E A CINERGIA UNIVERSAL QUE NOS GOVERNA;

MANTER-ME EM FRANCA CAMINHADA EVOLUTIVA.

NÃO DETER-ME FRENTE AOS OBTÁCULOS EM MEU PERCURSO. 

DIMENSIONAR, A PARTIR DE MINHA PRÓPRIA CAPACIDADE DE DECISÃO, PERSISTÊNCIA E VONTADE, OS PROBLEMAS EXISTENCIAIS.

PARTICIPAR, POR MINHA AUTO-DETERMINAÇÃO, ATIVA E RESPONSAVELMENTE, DA ORGANIZAÇÃO SOCIAL, POLÍTICA E ADMINISTRATIVA DE  MINHA COMUNIDADE, MUNICÍPIO, ESTADO E PAÍS.

NÃO LIMITAR-ME POR FRONTEIRAS OU LÍNGUAS.

ATUAR, DE FORMA PACÍFICA, ORGANIZADA E SINÁRQUICA, EM PROL DO DESENVOLVIMENTO E LIBERDADE DE EXPRESSÃO CULTURAL, ARTÍSTICA, SOCIAL E HUMANA.

DEFENDER A APLICABILIDADE PRÁTICA DO CONHECIMENTO ADQUIRIDO, LIBERTANDO-O DOS CORPORATIVISMOS QUE OS APRISIONAM.

FAZER-ME CO-AUTOR DA HISTÓRIA EM MINHA CONTEMPORANEIDADE.

OFERECER, ATRAVÉS DE MINHA ESCRITA, AS BASES EVOLUTIVAS ÀS CIVILIZAÇÕES FUTURAS.

ATO 06.2                                                                                        DIPLOMAÇÃO DOS MEMBROS DA ACADEMIA ESTUDANTIL/RR

Presidente: Dr. Mário Carabajal

PELAS PRERROGATIVAS ESTATUTÁRIAS ATRIBUIDAS AO PRESIDENTE DA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL, DOU POSSE AOS JOVENS ESCRITORES, MEMBROS DA ACADEMIA ESTUDANTIL DE LETRAS DE RORAIMA. Neste mesmo Ato, dou vida a esta unidade da Academia Escolar de Letras de Roraima, através da posse de seus Diretores, Conselho Superior e Comissão de Revisão Editorial, eleita sob princípios democráticos, éticos e honestos, a partir da ampla discussão das propostas dos diversos candidatos, sendo:

ORADOR: ________________________________________

LÊ, UM A UM, OS NOMES DE TODOS OS MEMBROS QUE ESTÃO SENDO DIPLOMADOS, ACOMPANHADOS DAS FUNÇÕES QUE ASSUMEM.

MEMBROS JOVENS;

UM A UM, PASSAM EM FRENTE A MESA PARA SEREM DIPLOMADOS, OBEDECENDO A ORDEM EM QUE SÃO CHAMADOS. (Não dar as costas aos convidados).

Presidente: Dr. Mário Carabajal

CUMPRIMENTA E FAZ A ENTREGA DOS DIPLOMAS AOS JOVENS IMORTAIS. (Mão direita cumprimenta e mão esquerda recebe o diploma).

ATO 06.3                                                                                                   OS MEMBROS JOVENS, TOMAM SUAS CADEIRAS Á MESA.

ORADOR:  __________________________________________________

Convidamos aos excelentíssimos Escritores Jovens, Imortais Membros da Academia Escolar de Letras de Roraima, para; à medida em que forem diplomados, ocuparem seus lugares à mesa.

ATO 07                                                                                                                                                                              JOVENS MEMBROS;
 À MEDIDA EM QUE SEUS NOMES FOREM CHAMADOS, DEVEM PASSAR FRENTE A MESA, SEREM DIPLOMADOS E SEGUIREM, ATÉ UMA DAS CADEIRAS DISPONÍVEIS, PERMANECENDO EM PÉ
FRENTE A CADEIRA.

ORADOR: APÓS TERMINADA A CHAMADA DE APRESENTAÇÃO DA DIRETORIA, E O ÚLTIMO MEMBRO DA ACADEMIA CHAMADO; SE DIRIGIRÁ AO GRUPO DIZENDO:

A DIRETORIA E MEMBROS PODEM SENTAR”.

ATO 08                                                            O PRESIDENTE DA ALB DELEGA AO PRESIDENTE ELEITO, PRESIDIR A SESSÃO.

Presidente:  Dr. Mário Carabajal

Convido o Excelentíssimo Presidente da AEL, Jovem escritor ____________________________, para que sente ao nosso lado e presida a continuação dos trabalhos.

(ATENÇÃO: NESTE MOMENTO, O PRESIDENTE DA ACADEMIA ESCOLAR ASSUME OS TRABALHOS. AO LONGO DA APRESENTAÇÃO DAS POESIAS DEVE SER ENTREGUE PELA EQUIPE DE CERIMONIAL, À CADA JOVEM, O CERTIFICADO DE SEUS PAIS, PARA A CONSECUÇÃO E ATENDIMENTO DO ATO 17 POSTERIOR, QUANDO NO COQUETEL, O PRESIDENTE, DR. MÁRIO CARABAJAL, PROMOVERÁ A ENTREGA AOS PAIS, DURANTE A FOTOGRAFIA INDIVIDUAL COM CADA GRUPO FAMILIAR).

ATO 09                                                                                                    O PRES. D/AEL PASSA A PALAVRA AO DIRETOR CULTURAL

PRES. AEL: _______________________________________________

Convido o diretor(a) cultural _______________________ para representar a nossa nascente organização, declamando uma poesia.

ATO 09.1                                                                                            O DIRETOR CULTURAL DECLAMA OU APONTA UM MEMBRO.

DECLAMADOR: ______________________________________

ENCERRADA A APRESENTAÇÃO DA POESIA. INCLINA-SE AO PÚBLICO EM AGRADECIMENTO, E SEM DAR AS COSTAS Á PLATÉIA, DIRIGE-SE A SUA CADEIRA, SENTANDO-SE.

ATO 10  O PRES. DA AEL SOLICITA AO ORADOR                                                             , PARA INDICAR UM OUTRO MEMBRO, BRINDANDO AOS PRESENTES COM UMA NOVA POESIA.

ORADOR: _______________________________________________

Atendendo à presidência, convido o Membro___________________

 _______________________ para abrilhantar nossa posse, declamando mais uma poesia.

DECLAMADOR______________________________________

APÓS DECLAMAR, INCLINA-SE AO PÚBLICO, E SEM DAR-LHES AS COSTAS, DIRIGE-SE AO SEU LUGAR.

ATO 11                                               O PRES. DA AEL RETORNA A PALAVRA AO PRESIDENTE DA ALB.

PRES. AEL: ___________________________________________________

Retoma à presidência o Excelentíssimo Presidente da Academia de Letras do Brasil, Dr. Mário Carabajal.

ATO 12                                                                                               AGRADECIMENTOS E RETOMADA DA PALAVRA

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Nossos cumprimentos aos jovens imortais, na esperança que façam um feliz aproveitamento da organização que se forma.

ATO 12.1                                                                                                          O PRESIDENTE  FACULTA  A PALAVRA AOS PRESENTES

Presidente: Dr. Mário Carabajal

A palavra esta facultada e o microfone aberto a livre manifestação dos presentes; mesa ou auditório.

ATO 12.2                                                                                                                                  LIVRE MANIFESTAÇÃO PELOS PRESENTES

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

                                                                                                                                                                                                                          

ATO 12.3                                                                                                                               AGRADECIMENTOS DA ALB AOS PRESENTES

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Agradecemos aos senhores as palavras de incentivo, mola motivadora para continuarmos investindo em busca de novos pensadores, que dividirão conosco a relevante tarefa de formar opiniões e traçar novas possibilidades evolutivas humanas.

Nossos sinceros agradecimentos ao empenho e dedicação da direção da Escola, nas pessoas de__________________________________

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________, para o sucesso deste empreendimento.

Estendemos nossos especiais agradecimentos aos pais; sem os senhores, estes jovens não estariam despertando para suas sublimes missões e posicionamentos frente ao Mundo. A todos, o nosso muito obrigado.

Aos Membros da Academia de Letras do Brasil, e da Academia de Educação de Roraima, os nossos especiais agradecimentos pelo apoio que temos diariamente recebido, garantindo-nos a assertiva de encontrarmo-nos no caminho certo.

ATO 13                                                                                                                       CONVITE DO PRESIDENTE PARA FOTO HISTÓRICA

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Convido a todos os Membros, para que se levantem e aproximem-se uns dos outros, para o registro histórico deste momento.

ATO 13.1.                                                                                                    ORADOR SOLICITA: PAIS  AGUARDEM EM SEUS LUGARES.

ORADOR: _________________________________________________

Solicitamos aos pais para que aguardem em seus lugares.

ATO 14                                                                                                                                         ENTREGA DOS CERTIFICADOS AOS PAIS.

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Em reconhecimento à contribuição sócio-evolutiva dos senhores pais, solicitamos a cada filho, neste encerramento, para cumprimenta-los e os conduzir à saborear um coquetel de frutas, por eles próprios preparado.

 

ATO 15                                                                      OS JOVENS DIRIGEM OS PAIS A MESA DO COQUETEL.
OS JOVENS DIRIGEM-SE AOS PAIS, CUMPRIMENTANDO-OS E OS CONDUZINDO EM TORNO DA MESA DO COQUETEL.

ATO 16                                                                                                                                                                      CONTINUA O PRESIDENTE

Presidente: Dr. Mário Carabajal

Senhores pais, por suas irrefutáveis e decisivas contribuições ao desenvolvimento desses nossos prodígios estudantes. Prodígios que agora também se fazem escritores, e em um futuro próximo, esperamos, tornem-se nossos professores, diretores, advogados, médicos, engenheiros, vereadores, deputados estaduais e federais, senadores... Enfim, nossos futuros prefeitos, governadores e mesmo, Presidente da República.

O Brasil está carente de homens efetivamente comprometidos com o nosso futuro.

Nestes jovens, lançamos a perspectiva de dias melhores à Nação Brasileira.

Juntos, somos responsáveis pela evolução axiológica e política de nossa Nação.

Unidos, haveremos de ultrapassar este estágio difícil a que vive o Brasil.

Seus filhos representam a esperança de uma sociedade, culta, inteligente e altamente politizada, honesta e comprometida.

Sem violência ou sangue, com nossas mãos, unidas no ideal comum de bem escolher nossos representantes, apontaremos o melhor futuro  para o Brasil.

Muito obrigado! Com este Ato, damos oficialmente por encerrada a presente sessão.

ATO 17                                                                                                                                                              CONVITE PARA O COQUETEL

ORADOR_____________________________________

Atenção: todos os presentes são nossos convidados à saborear um coquetel de frutas.

 

 

A T E N Ç Ã O

ORIENTAÇÕES IMPORTANTÍSSIMAS AO BOM ANDAMENTO DO EVENTO:

1. A EQUIPE DE CERIMONIAL, DEVE RESERVAR CADEIRAS, NAS PRIMEIRAS FILEIRAS, PARA OS PROFESSORES E JOVENS QUE SERÃO DIPLOMADOS.

2. TODOS OS JOVENS E PROFESSORES QUE SERÃO DIPLOMADOS, DEVEM ENCONTRAR-SE NO LOCAL, COM TRINTA MINUTOS DE ANTECEDÊNCIA.
3. A EQUIPE DE CERIMONIAL DEVE RECEPCIONAR OS CONVIDADOS, ORIENTANDO-OS A ASSINAREM O LIVRO DE PRESENÇA.

4. CADA JOVEM ESCRITOR DEVE CONDUZIR SEUS CONVIDADOS, APÓS A ASSINATURA DO LIVRO DE PRESENÇA, ATÉ O LOCAL DA CERIMÓNIA, ACOMODANDO-OS EM SEUS LUGARES.

5. APÓS ACOMODADOS OS PAIS E CONVIDADOS; O JOVEM DEVE SENTAR NA MESMA ORDEM EM QUE SERÁ CHAMADO PARA SER DIPLOMADO.

6. O JOVEM DEVERÁ ESTAR BEM INFORMADO DE SEU NÚMERO DE CADEIRA, POIS ESTE, REPRESENTARÁ O NÚMERO DE ORDEM EM QUE SERÁ CHAMADO.

7. O ROTEIRO DE CERIMÔNIA DEVE SER LIDO REPETIDAS VEZES POR TODOS OS INTEGRANTES, EVITANDO ERROS DURANTE O EVENTO. (Preferencialmente, ensaiado pelos Membros. Como em um teatro. Papéis são assumidos, e o cerimonial lido, como se no dia estivéssem).

8. OS JOVENS ESCRITORES, DURANTE O COQUETEL DE FRUTAS, DEVEM PERMANECER JUNTO COM SEUS PAIS, POIS. A QUALQUER MOMENTO, DURANTE O COQUETEL, O PRESIDENTE DA ALB, DR. MÁRIO CARABAJAL, PASSARÁ CUMPRIMENTANDO A TODOS OS PAIS, UM A UM. OCASIÃO, EM QUE PROMOVERÁ A ENTREGA DOS CERTIFICADOS AOS MESMOS, TIRANDO FOTOGRAFIA COM CADA JOVEM E SEUS FAMILIARES, NO MOMENTO DA ENTREGA DO CERTIFICADO.

9. A EQUIPE DE CERIMONIAL É RESPONSÁVEL PARA QUE TODOS OS JOVENS DEIXEM AS TOGAS EM UM MESMO LUGAR. AS MESMAS DEVEM SER DOBRADAS E ENTREGUES À EQUIPE DA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL.

10. DETECTANDO-SE ERROS NO DIPLOMA OU CERTIFICADO, O JOVEM ACADÊMICO DEVERÁ PROMOVER A CORREÇÃO NO VERSO DO DOCUMENTO, DEVOLVENDO-O APÓS A CERIMÔNIA, A UM DOS INTEGRANTES DA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL.